Geral | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2024 às 16:49h(104 visualizações)

Conheça as principais diferenças entre as concessionárias e as cooperativas permissionárias do setor elétrico



Você sabia que existem diferenças entre cooperativas permissionárias e concessionárias de energia? A partir dessa informação, algumas perguntas podem surgir como, por exemplo, quais as principais diferenças entre a Creluz e uma grande concessionaria de energia elétrica? Existem vantagens em ser cooperado da Creluz? Ou ainda, ser associado da Creluz contribui para transformações positivas nas áreas social, ambiental e econômica?

Compromisso com a comunidade

Um aspecto notável da Creluz é o compromisso com a comunidade local e regional. Ao contrário das concessionárias que, frequentemente, priorizam retornos financeiros, a cooperativa direciona recursos para o desenvolvimento local e regional. Isso não apenas fortalece nossa área de atuação, mas também contribui para transformações positivas nas esferas social, ambiental e econômica.

Primeiramente, é fundamental entendermos as distinções entre as cooperativas e as concessionárias tradicionais de energia elétrica. Enquanto as concessionárias são entidades de capital, as cooperativas, como a Creluz, são organizações formadas por pessoas que compartilham interesses e objetivos comuns.

Outro aspecto marcante é o relacionamento com os associados. Na Creluz, você não é apenas um cliente, mas sim um associado e coproprietário. Cada cooperado tem um voto, independentemente de sua participação financeira, garantindo que todos tenham voz e influência igualitária nas decisões da cooperativa.

Portanto, ser associado da Creluz vai além de simplesmente consumir energia elétrica. É uma oportunidade de participar ativamente, de ser parte de um coletivo que valoriza a cooperação, a equidade e o desenvolvimento sustentável.

Participação nas decisões

A estrutura de governança da Creluz é enraizada na cooperação mútua e na transparência. Diferentemente das concessionárias, onde o poder é frequentemente centralizado nas mãos de acionistas majoritários, na Creluz cada associado tem a oportunidade de participar ativamente nas decisões de gestão, respeitando as diretrizes cooperativas e regulatórias estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O propósito primordial da Creluz não se limita a gerar lucro. A cooperativa se dedica a administrar e reinvestir os recursos dos associados de maneira a beneficiar a coletividade. Enquanto as concessionárias, muitas vezes, direcionam seus lucros apenas para os acionistas, na Creluz, os resultados positivos geralmente são reinvestidos para fortalecer a infraestrutura e, consequentemente, a qualidade dos serviços que oferecemos.

Assim como as concessionárias, as cooperativas (ou permissionárias de serviço público de distribuição de energia elétrica) são instituições reguladas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Mesmo assim, são relevantes as diferenças entre elas.

 

Fonte: Divulgação

Imagens


Compartilhar

Voltar ao topo